top of page
  • Redação

Prefeito Eduardo Paes manda inteligência investigar quem matou cão de Cauã Reymond

O envenenamento de animais é uma infração prevista na Lei de Crimes Ambientais


O prefeito Eduardo Paes (PSD) anunciou nas redes sociais, na manhã desta segunda-feira (10), que a recém-inaugurada Central de Inteligência, Vigilância e Tecnologia de Apoio (Civitas) da Prefeitura do Rio está trabalhando na identificação — via câmeras — dos responsáveis pelo envenenamento de pelo menos 40 cães no Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca. Seis morreram — entre eles, Romeu, cachorro do ator Cauã Reymond.


Participe do nosso grupo no WhatsApp clicando aqui


No fim de semana, funcionário s da Comlurb lavaram as calçadas do bairro. Moradores que perderam seus cães registraram as ocorrências e a Polícia Civil abriu uma investigação.


O envenenamento de animais é uma infração prevista na Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal 9.605, de 13/02/98), no artigo 32, que estabelece pena de detenção de três meses a um ano, além de multa.

Pães também anunciou que a rede Civitas está ajudando na investigação do assassinato do comerciante Antônio Gaspazianni Chaves, dono do bar Parada Obrigatória, executado na manhã de domingo, em Vila Isabel.


Um carro usado no crime, com placa clonada, está identificado e o percurso dos assassinos foi monitorado pelas câmeras da Prefeitura do Rio.

Comments


bottom of page